Tipos de escovas de dente: aprenda a escolher a melhor para você

6 minutos para ler

Você sabe quais são os melhores tipos de escova de dente? Já parou para pensar sobre esse item que você usa diariamente? Não? Então deveria! Ter essas informações é muito importante para manter a saúde bucal sempre em dia.

A escova de dente é um elemento importante para quem deseja fazer a higienização da boca de forma correta, prevenindo o aparecimento de bactérias formadoras de cáries, do mau hálito e de outras patologias bucais.

Além de saber escolher, é fundamental saber utilizar. Por isso, fizemos uma lista com os tipos de escovas, as diferenças entre cada uma delas e também sobre a forma correta de fazer a escovação. Ficou interessado? Então, continue a leitura!

Os tipos de escova de dente

Aprender sobre cada escova de dente é importante para fazer uma escolha adequada. Então, confira a seguir os tipos de escovas mais comuns no mercado!

Escova com cerdas macias ou extra macias

Esse tipo é o mais indicado por profissionais para realizar a limpeza da gengiva. Pode parecer estranho pensar em uma escova específica para essa área da boca, mas a gengiva é tão importante quanto os dentes e precisa ser cuidada.

A escova com cerdas macias consegue higienizar de forma mais eficaz a boca, já que alcança os espaços entre os dentes e a gengiva. Além disso, com ela é possível massagear a gengiva, o que ajuda a aumentar a circulação sanguínea local, levando mais nutrientes e oxigênio aos tecidos.

Pela delicadeza e eficiência para higienização, esse tipo de escova também é indicada para o uso pediátrico, tanto para as crianças que ainda possuem dente de leite, quanto as com dentição permanente.

Escova ortodôntica

O aparelho fixo pode acumular muitos restos de alimento, os quais uma escova comum não seria capaz de remover. Por isso, se você usa esse tipo de prótese, precisa de uma escova ortodôntica específica.

As cerdas desse tipo de escova têm um corte diferenciado em V e, por isso, conseguem fazer uma limpeza mais eficaz que os outros tipos.

Os tufos das cerdas são arredondados e macios para que ela possa ser utilizada próxima à gengiva. Assim como o modelo anterior, essa é uma ótima ferramenta contra as cáries, mas é mais indicada para pessoas que usam aparelho.

Escova de cerdas duras ou médias

Há um pensamento distorcido de que quanto mais duras forem as cerdas de uma escova, melhor será a limpeza que ela proporcionará. Entretanto, a verdade é que, quando muito rígidas, as cerdas têm mais dificuldade para penetrar em espaços menores e fazer uma limpeza mais adequada. Além disso, esse tipo de escova pode:

Se para os dentes naturais esse tipo de escova é contraindicado, ela é recomendada para a limpeza de próteses, apliques e dentaduras. Para alcançar o resultado desejado, basta fazer movimentos suaves e circulares para melhorar a higienização.

Escova de cerdas especiais

Além de todos os modelos e tipos já citados, também existem algumas escovas com cerdas especiais, destacamos três:

  • escovas que sinalizam que está na hora de trocá-la — há alguns tipos de escova que têm uma tecnologia bastante útil. Quando já está na hora de trocá-la, as cerdas mudam de cor. Isso significa que ela já não consegue fazer a limpeza de forma eficaz e é necessário substituí-la;
  • as escovas unitufo — já percebeu como pode ser difícil conseguir fazer uma boa limpeza nos dentes que ficam no fundo da boca? Para isso, existem as escovas unitufo, que são bastante indicadas para essa função. Por possuírem uma cabeça menor, conseguem limpar cada cantinho dos dentes lá de trás por menor que seja o espaço. Também são ótimas para dar aquele toque final depois da escovação comum;
  • as escovas interdentais — são pequenas para limpar entre os dentes. Alcançam os restos de alimento, a placa bacteriana e as bactérias acumuladas nesse local, agindo como fio dental. Dessa forma, previnem a inflamação gengival e também as cáries.

As diferenças entre a escova de dente manual e a escova elétrica

As escovas ainda podem ser encontradas no modelo manual ou elétrico. Por isso, é preciso diferenciar cada uma delas, explicando como funciona o seu uso e os casos em que são mais indicadas.

Escovas manuais

Todas as escovas citadas no tópico anterior têm a versão manual, que são as mais comuns nos cuidados dentários. As mais encontradas são:

  • as de cerdas duras;
  • as com “cabeças” em formato convencional, arredondadas ou quadradas;
  • as com cerdas com padrões variáveis, tais como: ondulado, cruzado e cônico.

Escovas elétricas

Essas são escovas de dente operadas por baterias e aliviam o esforço necessário para fazer uma boa escovação. Para utilizá-las, basta pressionar o botão e a “cabeça” começa a oscilar, girar ou vibrar para limpar os dentes sem que seja necessário esforço manual. Atualmente, existem vários tipos, tais como:

  • as de cabeças rotativas que giram;
  • as com cabeças oscilantes que se movem de um lado para o outro;
  • as com cabeças dupla que combinam rotação e oscilação;
  • as com cabeças oscilantes cuja as cerdas se movem em direções opostas;
  • as ultrassônicas que vibram em velocidades altas com milhares ou até milhões de oscilações por minuto.

Algumas até têm temporizadores embutidos para garantir que você esfregue uniformemente em todos os quadrantes da boca por dois minutos de tempo total de escovação.

A importância de fazer a escovação correta

Além da escolha do tipo de escova, outra atitude importante é que se faça visitas regularmente ao dentista. Ele poderá acompanhar a saúde plena dos seus dentes, gengivas, língua e toda a cavidade bucal.

Fora isso, ele dará as orientações necessárias para uma escovação eficiente, de acordo com suas características individuais. Enquanto você espera sua consulta, separamos aqui as orientações mais gerais:

  • divida sua boca em quatro partes (esquerda, direita, superior e inferior);
  • escove cada uma delas por 30 segundos;
  • faça movimentos de baixo para cima, sem muita força e velocidade;
  • escove a língua.

Sabendo sobre quais os tipos de escova de dente disponíveis e para que elas servem, ficará bem mais fácil cuidar da saúde da sua boca.

O que você achou dessas orientações para escolher o tipo de escova de dente ideal? Boas? Então, compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais e ajude os seus amigos a fazerem uma melhor higienização bucal!

The following two tabs change content below.
Drª Talitha

Drª Talitha

A Drª Talitha de Cássia Silva Sousa tem 7 anos de atuação na área de odontologia e mais 9 anos de dedicação a área de prótese e reabilitação. Graduou-se em 2011 pela Faculdade de Odontologia de São José dos Campos — UNESP. Em 2014 tornou-se Mestre em Odontologia Restauradora, Especialidade de Prótese Dentária por meio do Programa de Pós-graduação do Instituto de Ciência e Tecnologia campus de São José dos Campos. Desde 2017 cursa Especialização em Ortodontia por meio da Instituição Ortogeo em São José dos Campos, unidade de ensino FACSETE — Faculdade de Tecnologia de Sete Lagoas.
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-