Entenda o que é a placa bacteriana e como tratá-la

3 minutos para ler

A placa bacteriana é uma película pegajosa, ou biofilme dental, desenvolvida sobre a superfície dos dentes em decorrência do acúmulo de bactérias presentes na boca e restos alimentares.

Apesar de parecer inofensiva, ela é a grande responsável pela maioria dos transtornos que afetam a saúde bucal dos pacientes, como a cárie e a gengivite. Isso, sem dúvida, afeta a qualidade de vida dos indivíduos que apresentam o problema e pode causar um grande desconforto.

Quer saber com mais detalhes o que é a placa bacteriana e como tratá-la? Acompanhe o nosso post e conheça os principais pontos sobre esse problema bucal que acomete a maioria das pessoas. Boa leitura!

Qual a causa da placa bacteriana?

Com o acúmulo de saliva e restos alimentares, o ambiente se torna propício para a fixação e a multiplicação dos microrganismos presentes na boca, como as bactérias. Dessa forma, a falta de escovação ou a realização errada desse procedimento promove a concentração de placa bacteriana.

Ela basicamente gera a formação do tártaro — um depósito endurecido, de cor amarelada, que se adere aos dentes e só pode ser removido pelos dentistas. Sensação rugosa nos dentes, sangramento da gengiva, inchaço, sensibilidade e vermelhidão são os principais indícios da placa bacteriana e da agravação do problema.

Quais as suas consequências e como ela prejudica a saúde?

De modo geral, todas as pessoas apresentam placas bacterianas, já que muitas bactérias estão sempre presentes em nossa boca, aproveitando-se dos nutrientes contidos nos restos de alimentos e daqueles presentes na saliva para se desenvolver. No entanto, o seu acúmulo abre portas para a instalação de novos problemas bucais.

Como dito, quando não tratadas, as placas bacterianas podem evoluir para o tártaro, causando também a gengivite, a periodontite e até mesmo a perda dos dentes. Além disso, quando o ácido produzido pela placa bacteriana ataca os dentes, ele causa a cárie dentária, devido à corrosão do esmalte.

Como tratar a placa bacteriana?

Primeiramente, alguns cuidados são essenciais para prevenir a condição, como escovar bem os dentes, sobretudo após as refeições, utilizar fio dental diariamente, maneirar no consumo de doces e ir ao dentista regularmente. Essas medidas evitam a formação da placa bacteriana e seus efeitos negativos, mas o tratamento deve ser feito com o auxílio de um profissional.

Para tratar a placa bacteriana, é necessário removê-la totalmente por meio da raspagem, a fim de que a placa e o tártaro sejam retirados da coroa e da raiz do dente, além de realizar uma boa limpeza com o profissional de sua confiança, evitando, assim, possíveis deteriorações.

Frequentar o dentista pelo menos a cada seis meses evita os danos causados pela placa bacteriana, pois o profissional realiza a devida profilaxia na consulta, isto é, a limpeza completa dos dentes do paciente, deixando-os livres da placa e de qualquer indício.

Como vimos, a placa bacteriana é um problema que deve ser levado a sério para evitar suas consequências. Porém, com alguns cuidados básicos, é possível dificultar que ela apareça. Cuide da sua higiene bucal diária e mantenha-se afastado desse agravo em seu dia a dia!

Agora que você já entende o que é a placa bacteriana e como tratá-la, que tal conhecer as causas da gengiva escura e seus tratamentos?

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-