Lente de contato dental e faceta de porcelana: qual a diferença?

7 minutos para ler

Atualmente, existem diversas opções de tratamentos de estética dental para deixar o sorriso mais bonito e harmônico. Entre essas técnicas estão a faceta dental e a lente de contato — ambas são muito similares, mas apresentam diferenças.

Em função das suas semelhanças, é natural que os pacientes acabem confundindo essas próteses, mas elas têm singularidades estruturais e funcionais e foi justamente para esclarecê-las que preparamos este artigo.

Continue lendo para saber quais são as características das facetas e das lentes, as vantagens de cada uma delas, suas indicações e como os cuidados com a saúde bucal se relacionam com o bem-estar e a melhora da autoestima. A aparência do seu sorriso pode mudar sua vida!

Quais são as diferenças entre faceta dental e lente de contato?

A faceta dental e a lente de contato são duas técnicas que têm se popularizado cada vez mais, em função da valorização estética que promovem para o sorriso. Ambas são recomendadas para corrigir características que desagradam o paciente, mas elas apresentam diferenças entre si, por isso, suas indicações são distintas.

A seguir, veja um pouco mais sobre cada uma dessas próteses para conhecer sua estrutura e funcionalidade e descobrir qual delas pode ser ideal para deixar o seu sorriso como você deseja.

Faceta dental (de porcelana)

As facetas de porcelana, facetas estéticas ou facetas dentais são próteses muito finas, com cerca de 0,7 mm de espessura, que se assemelham a capas. São confeccionadas em um tipo de cerâmica muito resistente e em tonalidade muito parecida com a dos dentes naturais.

O dentista fixa as facetas com um cimento específico na face dianteira dos dentes. Muitas vezes, é necessário fazer um pequeno desgaste no esmalte para que a peça se encaixe com perfeição, mas esse é um procedimento seguro que não prejudica a estrutura dentária.

As facetas são ideais para quem tem manchas ou diferenças de tonalidade nos dentes ou deseja uma cor mais clara para o sorriso. Também corrigem pequenos problemas estruturais, como desalinhamentos, assimetrias, diastemas e fraturas.

Facetas diretas

A faceta dental utiliza uma técnica indireta para promover alterações no sorriso. Isso porque as próteses são confeccionadas em um laboratório e depois coladas sobre o dente. No entanto, também é possível fazer aplicação de facetas diretas.

Nesse caso, elas são modeladas em resina diretamente sobre o dente, sem a necessidade de pré-fabricar a prótese. Essa técnica é mais indicada para os dentes anteriores — centrais, laterais ou caninos.

É indicada para fazer correções de tonalidade ou forma. Embora as resinas sejam menos resistentes, esse procedimento tem suas vantagens, afinal, o tratamento é feito em apenas uma consulta, seu resultado é imediato e o custo é mais acessível.

Lente de contato dental

A principal diferença da lente de contato para a faceta dental é a sua espessura. Enquanto as facetas apresentam 0,7 mm, as lentes variam de 0,2 a 0,4 mm, ou seja, são ultrafinas. O desgaste realizado no dente para fixá-las é mínimo e, em muitos casos, não é necessário.

As lentes são indicadas para intervenções menos expressivas, como para quem deseja ter dentes mais brancos e para corrigir pequenos defeitos. Isso porque, como são finas demais, suas correções são sutis, até mesmo para mudanças de tonalidade. Essas próteses também são confeccionadas em cerâmica.

Quais são as vantagens de cada uma?

Facetas e lentes oferecem, basicamente, as mesmas vantagens. Há rapidez no tratamento, que é finalizado em cerca de 3 consultas, e não é necessário fazer muitas manutenções, uma vez que o material não sofre alterações de cor.

As duas próteses apresentam ótima durabilidade, oferecendo longevidade para o tratamento. É possível permanecer cerca de 10 a 15 anos sem se preocupar com a beleza do seu sorriso, mas esse tempo varia em função dos cuidados adotados.

Para quem deseja ainda mais praticidade e rapidez no tratamento, a lente de contato é uma boa opção, já que na maioria das vezes não há necessidade de desgastar o dente e o procedimento acaba se tornando mais rápido, assim como a faceta direta, por não precisar esperar a confecção das próteses.

Entretanto, é preciso que cada caso seja avaliado pelo dentista, porque somente ele pode identificar qual é a melhor técnica para realizar as mudanças necessárias e promover os resultados que o paciente deseja.

Qual é a técnica mais indicada?

Se a faceta dental e a lente de contato apresentam as mesmas vantagens, como definir qual delas é a melhor? Como mencionamos, isso dependerá da necessidade de cada pessoa. Por exemplo, a lente é mais indicada para corrigir:

  • altura dos dentes;
  • largura dos dentes;
  • angulações;
  • diastemas.

Já a faceta dental é ideal para quem não está satisfeito com as formas do seu sorriso ou com a cor do esmalte. Outro fator que aponta essa prótese como ideal é o mau posicionamento dos dentes, quando estão desalinhados em relação aos outros. Sua indicação se estende para desgastes provocados pelo bruxismo.

De toda forma, para saber qual é a técnica ideal para você, converse com um bom dentista. Ele avaliará o seu caso para recomendar aquela que trará melhores resultados, afinal, o tratamento influenciará expressivamente o aspecto do seu sorriso e você precisa ficar satisfeito com ele, já que isso afetará a sua autoestima.

Como o uso da faceta dental impacta a autoestima?

Como você viu, a faceta dental e a lente de contato cobrem os dentes naturais, dando a eles um novo formato, tamanho ou tonalidade. Desse modo, é possível modelar o sorriso de acordo com os resultados que se deseja alcançar.

O intuito é que os dentes fiquem simétricos e harmônicos com todo o conjunto da boca e face. Afinal, há casos em que eles são pequenos demais, apresentam tamanhos diferentes ou têm uma tonalidade amarelada que passa a impressão de descuido com a saúde bucal.

Essas mudanças são muito positivas, porque ajudam a valorizar a aparência do sorriso e da pessoa de modo geral. Ambas as técnicas corrigem características e imperfeições que desagradam o paciente, assim, ele se sente muito mais satisfeito com a imagem que vê no espelho.

Não podemos esquecer que o sorriso é nosso cartão de visitas e impacta significativamente a aparência. Sendo assim, os cuidados com a saúde bucal e a estética dental proporcionam resultados que aumentam o bem-estar, deixando a pessoa mais segura e confiante.

Todas essas mudanças psicológicas permitem que ela interaja de forma mais dinâmica com o mundo e com as pessoas, criando novas oportunidades e aproveitando momentos únicos. Portanto, não só as facetas e as lentes, mas todos os procedimentos e tratamentos odontológicos são essenciais para trazer qualidade de vida.

Se você também deseja tudo isso, converse com seu dentista para saber mais sobre a faceta dental, as lentes de contato e outros procedimentos da estética odontológica. Cuide bem da saúde dos seus dentes e da aparência deles, para que você possa sorrir com confiança e gostar muito mais de si mesmo!

Quer ter acesso a mais dicas e informações interessantes como essas? Então, assine a nossa newsletter e receba novidades diretamente em seu e-mail!

 
The following two tabs change content below.

Drª Talitha

A Drª Talitha de Cássia Silva Sousa tem 7 anos de atuação na área de odontologia e mais 9 anos de dedicação a área de prótese e reabilitação. Graduou-se em 2011 pela Faculdade de Odontologia de São José dos Campos — UNESP. Em 2014 tornou-se Mestre em Odontologia Restauradora, Especialidade de Prótese Dentária por meio do Programa de Pós-graduação do Instituto de Ciência e Tecnologia campus de São José dos Campos. Desde 2017 cursa Especialização em Ortodontia por meio da Instituição Ortogeo em São José dos Campos, unidade de ensino FACSETE — Faculdade de Tecnologia de Sete Lagoas.
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-