Afinal, o sorvete é um bom tratamento pós operatório de procedimentos bucais?

3 minutos para ler

Quem nunca passou por essa situação ou não ouviu falar de alguém que precisou tomar sorvete como remédio depois de um procedimento bucal? É difícil encontrar uma pessoa assim porque, de fato, esse tratamento delicioso ainda é bastante recomendado por dentistas para o pós-operatório de alguns procedimentos.

Mas será que ele tem alguma utilidade prática ou é só para alegrar o paciente naqueles primeiros dias de dor? Será que existe alguma propriedade especial na composição do sorvete que o torna um bom remédio pós-operatório?

Acompanhe o texto e descubra a resposta para essas perguntas!

Propriedades do sorvete

Nenhuma característica na composição do sorvete o torna um remédio efetivo para algum tratamento pós-operatório senão o fato de ser gelado. Isso mesmo! A temperatura na qual o sorvete é consumido é o que faz com que ele seja tão receitado pelos dentistas.

Assim, você pode estar pensando que qualquer alimento gelado já daria conta do serviço. Exatamente. O sorvete poderia ser substituído por um iogurte bem gelado ou algo do gênero. A escolha do sorvete especificamente é só porque é difícil encontrar quem não goste dele.

Na verdade, até compressas de gelo podem servir como tratamento para um caso desse, na falta de qualquer das outras opções. Contudo, a melhor dica é a primeira opção mesmo. Sabe-se lá quando você terá a oportunidade de usar sorvete como remédio outra vez, não é?

Baixas temperaturas e diminuição do inchaço

Por que será que os alimentos gelados auxiliam na diminuição do inchaço? O principal motivo é o fato de eles conseguirem realizar vasoconstrição, ou seja, fazem com que os vasos sanguíneos que estão dilatados voltem ao normal. Isso diminui o inchaço da região operada, reduzindo também a chance de sangramento.

É por causa disso que o sorvete é tão indicado nas primeiras 24 horas pós-cirurgia de retirada das amídalas ou de extração de dentes, por exemplo.

Sorvete não faz mágica

Por mais que tomar sorvete seja delicioso, ainda mais com uma desculpa dessas, não se pode esquecer que ele sozinho não trará resultados significativos para o sucesso do seu tratamento. É preciso continuar seguindo todos os procedimentos indicados pelo seu dentista.

Não deixe de cumprir a dieta específica (afinal, você não pode viver só de tomar sorvete). Procure não falar muito nem realizar movimentos bruscos, para prevenir sangramentos. Não deixe de tomar os remédios, porque o sorvete pode até diminuir o inchaço, mas na dor só os remédios podem atuar.

Não exagere na dose

Embora o sorvete seja muito bem-vindo no tratamento, como já percebemos, não se pode esquecer que ele é um alimento com altos níveis de açúcar. Como a sua habilidade de higienização estará reduzida por conta da cirurgia, é uma boa ideia não exagerar na dose.

Após as primeiras 24 horas, comece a maneirar no consumo do sorvete e a revezá-lo com compressas de gelo. Dessa maneira, agilizará o tratamento sem prejudicar a sua saúde bucal.

Gostou de saber como o sorvete pode contribuir no seu tratamento pós-operatório? Então compartilhe este conteúdo em suas redes sociais!

The following two tabs change content below.

Drª Talitha

A Drª Talitha de Cássia Silva Sousa tem 7 anos de atuação na área de odontologia e mais 9 anos de dedicação a área de prótese e reabilitação. Graduou-se em 2011 pela Faculdade de Odontologia de São José dos Campos — UNESP. Em 2014 tornou-se Mestre em Odontologia Restauradora, Especialidade de Prótese Dentária por meio do Programa de Pós-graduação do Instituto de Ciência e Tecnologia campus de São José dos Campos. Desde 2017 cursa Especialização em Ortodontia por meio da Instituição Ortogeo em São José dos Campos, unidade de ensino FACSETE — Faculdade de Tecnologia de Sete Lagoas.
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-